Posts Tagged ‘Sustentabilidade’

UnoMarketing – Seminário UnoMarketing e 2° Fórum de Empreendedorismo Social

30/09/2010

 

 

O UnoMarketing, está promovendo hoje o 2° Fórum de Empreendedorismo Social que tem por objetivo sintetizar empreendimentos de sucesso nas áreas social e ambiental, comunica-los, inspirando novas idéias e possibilitando que estas ações formem redes e se multipliquem. Para tanto, o objetivo central do evento é aproximação entre os profissionais de comunicação e os profissionais de marketing e Ong’s, para assim, fomentar parcerias em busca de uma atuação comunicativa consciente.

As exposições do Fórum têm o formato de painéis e estão sendo intercaladas por pequenas comunicações de inspiradores, que apresentam e falam sobre a sua participação em cases bem sucedidos de empreendedorismo social. A apresentação é conduzida de forma irreverente por duas Clowns que intervêm com a platéia com o intuito de dissolver a timidez dos participantes e  evocar uma maior participação do público.

O evento está acontecendo na Federação do Comércio de São Paulo e é desdobramento do Seminário UnoMarketing, que aconteceu nos dias 28 e 29 de setembro. O seminário quer incentivar a apresentação de  projetos e soluções para a difusão da comunicação consciente, pautada na defesa de práticas sustentáveis por meio de  campanhas e/ou difusões de notícias dotadas de modelos de gestão éticos, transparentes e responsáveis nos âmbitos socioambientais. 

Participaram do Seminário Unomarketing, trabalhos acadêmicos e trabalhos profissionais de comunicação. Estes estão inseridos no Prêmio Unomarketing de Comunicação consciente com apoio da ABA, ABAP e AMPRO.

O Prêmio busca reconhecer projetos que se destacarem na concepção de novas ideias e soluções para a propagação da comunicação consciente,  a premiação ocorrera em 2011. O concurso visa ampliar a consciência de profissionais de marketing e comunicação, enquanto o papel que podem desempenhar na promoção e estímulo de ações sociais e ambientais.

Tecendo uma moda verde

03/09/2010
Foto: Eileen Costa/Reprodução/FIT

 

Os dilemas sócio-ambientais que enfrentamos atualmente nos levam a refletir sobre o nosso estilo de vida e nossos hábitos. Essas questões emergem como um contraponto dentro da sociedade de consumo, pois vivemos em uma época posterior à explosão de consumo que se deu no contexto pós-segunda guerra mundial, a partir de 1950.

Diferentes óticas sobre a sociedade de consumo, trazem à tona posicionamentos mais extremos, tanto favoráveis como contrários a este modelo socioeconômico, num constante paradoxo: se houver uma desaceleração do consumo, a economia mundial e corre sério risco de recessão, o que seria devastador no âmbito social. No entanto, se o consumo aumentar infinitamente, o meio ambiente poderá se degradar e ameaçar as condições de saúde e vida da população. Portanto a questão que emerge é: como equilibrar essas as instâncias da economia e do meio ambiente? Ou seja, como gerar uma economia sustentável?

 No caso específico da indústria do vestuário e da moda, a questão sobre o consumo não se concentra apenas na compra, mas recai sobre todo o seu ciclo, desde o plantio das matérias primas até o desuso do produto, numa cadeia produtiva que gera um impacto depreciativo ao meio ambiente. Para abordar a questão sobre sustentabilidade na moda, o Museu do Fashion Institute of Technology (FIT), de Nova York, montou a mostra Eco Fashion – Going Green.

 Na exposição estão presentes peças compostas a partir de técnicas sustentáveis que consideram o impacto social e ambiental de todas as etapas do processo produtivo. São tanto técnicas de produção dos tecidos, como o tingimento natural utilizando-se de tintas não tóxicas, quanto, técnicas de criação como a construção de novas peças por meio do reaproveitamento de outras peças já prontas onde, de forma análoga à bricolagem, os estilistas desconstroem uma peça para compor novas criações.

 A exposição demonstra também uma reflexão sobre o ciclo produtivo da moda, onde é marcante a criação do brasileiro Carlos Miele: um vestido longo de seda, com fuxicos feitos pelas mulheres que participam da Cooperativa de Trabalho Artesanal de Costura da Rocinha. Ao utilizar o trabalho de um empreendimento voltado para a transformação da realidade social de mulheres da periferia do Rio de Janeiro a peça de Miele evoca uma reflexão sobre como viabilizar a produção de vestuário, incentivando iniciativas voltadas para fins sociais.

A Eco Fashion – Going Green mostra como a moda permeia um amplo espectro de agentes sociais e o quanto pensá-la de forma sustentável pode impactar positivamente nossos problemas ecológicos e sociais. A mostra estará em cartaz no Fashion and Textile History Gallery Museum do Fashion Institure of Technology, em Nova York, até o dia 13 de novembro, com entrada franca.

Leia o artigo completo: Eco Fashion – Going Green

Visite a Coopa-Roca: Coopa-Roca

Visite o FIT: www.fitnyc.edu

Visite o museu do FIT: www.fitnyc.edu/museu