Archive for the ‘Comunicação’ Category

UnoMarketing – Seminário UnoMarketing e 2° Fórum de Empreendedorismo Social

30/09/2010

 

 

O UnoMarketing, está promovendo hoje o 2° Fórum de Empreendedorismo Social que tem por objetivo sintetizar empreendimentos de sucesso nas áreas social e ambiental, comunica-los, inspirando novas idéias e possibilitando que estas ações formem redes e se multipliquem. Para tanto, o objetivo central do evento é aproximação entre os profissionais de comunicação e os profissionais de marketing e Ong’s, para assim, fomentar parcerias em busca de uma atuação comunicativa consciente.

As exposições do Fórum têm o formato de painéis e estão sendo intercaladas por pequenas comunicações de inspiradores, que apresentam e falam sobre a sua participação em cases bem sucedidos de empreendedorismo social. A apresentação é conduzida de forma irreverente por duas Clowns que intervêm com a platéia com o intuito de dissolver a timidez dos participantes e  evocar uma maior participação do público.

O evento está acontecendo na Federação do Comércio de São Paulo e é desdobramento do Seminário UnoMarketing, que aconteceu nos dias 28 e 29 de setembro. O seminário quer incentivar a apresentação de  projetos e soluções para a difusão da comunicação consciente, pautada na defesa de práticas sustentáveis por meio de  campanhas e/ou difusões de notícias dotadas de modelos de gestão éticos, transparentes e responsáveis nos âmbitos socioambientais. 

Participaram do Seminário Unomarketing, trabalhos acadêmicos e trabalhos profissionais de comunicação. Estes estão inseridos no Prêmio Unomarketing de Comunicação consciente com apoio da ABA, ABAP e AMPRO.

O Prêmio busca reconhecer projetos que se destacarem na concepção de novas ideias e soluções para a propagação da comunicação consciente,  a premiação ocorrera em 2011. O concurso visa ampliar a consciência de profissionais de marketing e comunicação, enquanto o papel que podem desempenhar na promoção e estímulo de ações sociais e ambientais.

Anúncios

6º. Colóquio de Moda começa nessa 2ª. na Anhembi

12/09/2010

O 6º. Colóquio de Moda abre hoje com palestra do Profo. Dr. Norval Baitello Jr (PUC/SP), na Universidade Anhembi Morumbi. O grande diferencial do evento é abrir espaço de intercâmbio acadêmico entre pesquisadores, professores, profissionais de Moda e áreas de aderência. Por esses espaços é possível transitar entre Psicologia, Sociologia, Marketing, Jornalismo, Administração, Artes Plásticas, Design e História, o grande objetivo é promover a reflexão, o questionamento, a integração e relações entre as várias formas de abordagem da moda. André Robic (IBModa) , Wladmir Perez e Luciane Robic (IBModa) coordenam o Grupo de Trabalho (GT) de Negócios da Moda. O evento acontecerá entre os dias 12 e 15 de setembro, e se dividirá entre o auditório do Campus da Vila Olímpia (manhã) e Campus do Morumbi (tarde). Acompanhe a cobertura pelo AlemdaModa.

Confira Programação do Grupo de Trabalho de Negócios da Moda

 Equipe IBModa

Mídia Corporal

10/09/2010

Foto: AFP/Google

O recente (re)aparecimento de Larissa Riquelme com a marca Axe estampada no peito fez surgir (novamente) a questão do aluguel do corpo como espaço publicitário. As iniciativas pelo mundo a fora parecem ter se dado principalmente a margem dos grandes anunciantes. É o caso do portal de serviços Lease your Body (Alugue seu corpo), que tem o fim de fornecer contato entre anunciantes e potenciais promotores corporais.

Vejo que o interessante aqui não é discutir os limites éticos ou morais do espaço publicitário e sim a expressão de um conteúdo que se liga a marca através do corpo. Nisto a dissertação de mestrado de Andrei Schiner, Marcado na Pele: Consumo, tatuagem e corpo. Um estudo sobre as representações do consumo através de tatuagens de marcas de produtos é elucidadora, pois o autor demonstra vários casos e motivações que envolvem a tatuagem como anuncio.

Restringindo a discussão (que parece estar apenas começando) para a questão da marca, faz com que o assunto fique muito pautado na questão da inserção de uma referência a ela ou mesmo a tatuagem da logomarca como anuncio. Acredito que a questão não precisa passar apenas por esse caminho.

Ao fazer uma tatuagem o individuo pode querer expressar algo presente em seu estilo de vida, no seu universo de valores, símbolos e atitudes. Por isso, vemos alguns exemplos interessantes de tatuagens espontâneas como é o caso da Harley-Davison, que segundo um dos entrevistados por Schiner: “A Harley-Davinson é um estilo de vida. A pessoa não está tatuando a marca está tatuando o estilo de vida”. Ou seja, é como dizer: a logomarca não é a marca e marca não é só um nome do produto. Ela vai além do produto e toca dimensões imateriais que cria vínculos entre um conteúdo expresso, o indivíduo e um coletivo.

Desta maneira, acredito que um alguém possa fazer uma tatuagem que expresse um conteúdo da marca sem necessariamente tatuar a logomarca. Pode por exemplo tatuar um símbolo associado, algo que esteja relacionado com a sua história pessoal e comungar ao mesmo tempo com o lifestyle marca.

Enxergo que estas questões dão pano para manga (já que esse é um blog também de moda estamos no lugar certo, não é?) e se encontram por possuírem novas paradigmas do consumo na atualidade.

Leia o resumo da dissertação: Marcado na Pele: Consumo, tatuagem e corpo.

Veja os slides.

Confira também – “Sentidos: armas para conectar clientes”. 

Jonas Fernandes

Pesquisa IBModa

Exposição 5o Seminário Internacional Comportamento e Consumo

07/09/2010

Realizada durante o 5o Seminário Internacional de Comportamento e Consumo, promovido pelo SENAI-CETIQT em parceria com a Future Concept Lab, a exposição mostrou o universo do tema do Seminário e dos entrevistados. O painel principal fi composto por uma instalação, que apresentava os principais objetos do dia-a-dia das pessoas, e por frases sobre a felicidade e o consumo. Veja os detalhes a seguir:

O outro painel apresentado durante a exposição apresentou o universo dos entrevistados, que preencheram o “Diário da Felicidade”, com frases e objetos deles, que recriaram o seu iniverso. Esse painel foi denominado de Painel Hapiness Brasil.

Mesmo que nesse blog, assim como na maioria dos veículos de comunicação, não seja usual fazer menções explícitas aos patrocinadores, não se pode deixar de citar o senso de adaptação e oportunidade demonstrados pela Coca Cola, que brindou os participantes  com um kit especialmente preparado  para o evento:

A equipe da Antennaweb / Alemdamoda cobriu o evento a convite da Organização.
Todas as fotos: André Robic

BAHIA MODA DESIGN, a Bahia na Moda

31/08/2010

Terminou ontem a primeira noite do Bahia Moda Design, evento que marca a fase final do Projeto Estruturante de Moda Bahia, que foi dividido em 3 fases: Capacitação de gestores e empresários, integração entre eles, com os designer prestando consultoria nas empresas dos gestores, conduzidas pelo IBModa e finalmente a realização de um evento que posicione a Bahia no setor nacional de moda.

O alcance dos objetivos do Projeto Estruturante não apenas foi visível como foi comentado por todos os presentes ao evento, que conta com uma rodada de negócios, palestras, exposição de empresas baianas de vestuário e, claro, desfiles. Goya Lopes abriu as passarelas apresentando suas estampas mundialmente conhecidas agora na moda praia, numa parceria com Renata Cores, que se iniciou durante o Projeto Estruturante, e já se mostra extremamente bem sucedida. Em seguida, a Habitat apresentou sua coleção de moda praia, e Sélya Marcarennas a sua coleção de moda festa. Para fechar a noite, a Vivire trouxe a leveza dos cataventos dourados, remetendo às sensações prazerosas dos ventos do campo.

É visível o aprendizado que as empresas baianas de moda apresentaram após terem passado pelo Projeto Estruturante Moda Bahia, que incluiu a capacitação de gestores e designers do estado  e o processo de consultoria de planejamento de coleção, ambos liderados pelo IBModa. Esse é o primeiro Projeto Estruturante de Moda a acontecer no país, e sem dúvida alguma se declara um ótimo modelo para implantação de outros projetos, tanto na área de moda como em outras regiões do Brasil.  De acordo com Tatiana Torres, da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Inovação da Bahia, “é o primeiro projeto estruturante finalizado no Brasil, e com um sucesso muito acima do esperado”.

Claudio Silveira é o responsável pela produção do Bahia Moda Design. Em entrevista às equipes do IBModa e do Alemdamoda presentes ao evento, Cláudio destacou a capacidade de informação das marcas baianas de moda, “mais maduras para uma visibilidade nacional”. O trabalho realizado pelo IBModa na condução do Projeto Estruturante está sendo brilhantemente consagrado por Claudio, que agrega um olhar crítico e uma vasta experiência em eventos como o Dragao Fashion, um dos principais eventos de moda além do eixo Rio / São Paulo.

Confira o vídeo e prepare-se para o line up do último dia, que contará com Hipnose, Patro, Anaport, Iza & Bell e Mahalo.

André Robic

A participação das marcas na internet

27/08/2010

 

Muito inspiradora a Palestra de João Mougon e Carla Mayumi, sócios-diretores da Box 1824: A participação das marcas na internet: Tendências e Insight’s,  realizada ontem no Fórum de Branding da ABA (Associação Brasileira de Anunciantes).

 

A palestra apresentou a utilização da internet pelas marcas como ferramenta que vai além de marcar presença em uma “nova mídia”, mas também como forma de participar da rede, interagir com os grupos e indivíduos e transmitir os seus valores, conteúdos e propostas – a sua personalidade. Tema que foi bem recebido no ABA Branding, que apresentou e discutiu a utilização das técnicas e as ferramentas mais avançadas de Branding, para o qual contribuíram renomados profissionais das mais diversas especialidades.

 

A Box 1824 vem se destacando por seus empreendimentos em pesquisa e rastreamento de tendências, realizada através de metodologias heterodoxas e inovadoras. O objetivo da contribuição de João Mougon e Carla Mayumi, sócios-diretores da empresa, foi, portanto, oferecer uma abordagem que propiciasse o entendimento da marca a partir da cultura e da análise do consumidor enquanto pessoa. Para isso, eles mobilizaram diversos conceitos de múltiplas disciplinas, procurando demonstrar os principais desdobramentos dos comportamentos presentes e diferentes perspectivas para apreendê-los.

 

A atenção dos palestrantes estava voltada para traduzir o sentimento e aportar tendências a partir dos modos da geração deste milênio, denominada por eles como Millennials, que é contemporânea aos avanços da internet e das redes sociais. Esses jovens de varias idades nasceram e cresceram junto com ela, a tem não como uma mídia e sim como um modo de pensar e agir.   

 

Para os Millennials, não há diferença entre o real e o virtual, a internet é uma entre outras faces que compõem uma realidade multifacetada. Como expressa de maneira emblemática o depoimento de um millennial entrevistado: “O google maps não é internet, é um mapa”.

 

O desenvolvimento destes jovens  acompanha também a evolução do comportamento da internet, que pode ser dividido entre três momentos: 1) Read (Ler, receber) 2) White (escrever, produzir) e 3) Act (agir, fazer). Ou seja, a internet passou de um primeiro momento de recepção de informações a um segundo de produção dos usuários e no momento se desdobra para contribuir e influenciar os indivíduos na tomada de ações.

 

Ao percebermos o desenvolvimento da internet, vislumbramos as mudanças significativas que estão para acontecer dentro dos próximos anos, nesse sentido, a proposta apresentada pela Box 1824 é inspiradora, para que nós possamos criar, pensar a agir segundo uma nova e sempre desafiadora realidade que apresenta o futuro no instante seguinte.

 

Jonas Fernandes

Pesquisa IBModa

“Qual é o gesto que coloca seu amor em movimento?”

27/08/2010

“Qual é o gesto que coloca seu amor em movimento?” É a pergunta da nova campanha da Natura para o lançamento da linha Amo. Os comerciais têm ritmo cinematográfico, com uma narração envolvente que atrai nossos sentimentos e nos aproxima da marca. A produção ficou a cargo do cineasta Andrucha Waddington, que entre outras produções, foi diretor do filme Eu, tu, Eles, lançado em 2000.

 

A Natura demonstra importância de um conceito bem estruturado para a realização de uma campanha com qualidade. Ao trabalhar com as noções de amor e movimento, a mensagem transmitida pela campanha demonstra as várias formas que casais reais têm expressar os seus afetos, ou seja, a cumplicidade do casal. O objetivo da campanha é criar essa cumplicidade entre cliente e marca. Ela se aproximada do consumidor para ser cúmplice na expressão de seus sentimentos.

 

Não se trata apenas de uma campanha para fins publicitários. É uma proposta de sentido, nas formas de estabelecermos nossas relações inter-pessoais, onde também se incluem as relações entre marca e consumidor. A natura proporciona um lifesytle, voltado para uma ecologia sentimental, para o cultivo das relações humanas reais e cotidianas.

 

Confira a campanha!

 

 

Jonas Fernandes

Pesquisa IBModa

 

 

 

 

 

Fórum de Marketing Empresarial

19/08/2010

Um evento bem organizado, com palestras dos presidentes brasileiros de algumas das principais empresas mundiais, bem briefados e objetivos resultou numa aula de marketing de excepcional qualidade. Para alinhavar todos os pontos discorridos durante as palestras, João Doria Jr, da Doria Associados, fez as conclusões e o fechamento do Fórum de Marketing Empresarial, que seguem abaixo:.

  1. A importância do marketing bem planejado, com estratégia, com pesquisa: o marketing bem estruturado, bem fundamentado.
  2. Responsabilidade social:  o conhecimento que vai além dos lucros e dos resultados, permeando a sociedade toda, e principalmente comunidades mais simples e mais carentes, até mesmo pelo fato de que elas passaram também a ser comunidades de consumo
  3. Sustentabilidade: empresas que não respeitam a sustentabilidade, não exercitam programas de sustentabilidade, vão ficar fora da concorrência.
  4. Inovação:  empresas que lideram grandes mercados ou que tem grandes posições e não são capazes de inovar, encontrarão quem inove e as ultrapasse, por mais robustas que sejam. Há de se apostar, investir, acreditar na inovação.  Isso também implica em investir nos jovens, acreditar no potencial das mídias sociais,  ouvir, perceber, sentir, entender, ter a sensibilidade na pesquisa e aplicar em resultados.
  5. Valor das marcas: as marcas hoje são o principal patrimônio de qualquer empresa.
  6. Liderança de resultados: o fator humano, inspirando os resultados, em todos os níveis. Quando a empresa tem um grande comando,  firme, forte e sereno, esse prisma de liderança vai passando para as outras áreas. Todos sentem o mesmo espírito, é o endomarketing da liderança.  Os novos líderes são os que tem coragem para empreender, para aceitar a inovação, para não fazer valer as suas próprias opiniões, e sim fazer valer a opinião do consumidor e dos seus parceiros, daqueles que compõem a sua própria equipe.
  7. A resultante de tudo isso é o respeito ao consumidor. O consumidor é o novo rei, é o novo CEO, é o novo acionista, é o stakeholder que determina e fundamenta a decisão das empresas de qualquer tamanho, de qualquer dimensão e em qualquer área. Esse consumidor precisa ser acompanhado 24 horas por dia e 365 dias por ano, e ter as suas.

André Robic

Eu quero um quadrado que seja redondo!

19/08/2010

Foto: IBModa

O mundo mudou e evoluiu, a Fiat mais ainda. Ultima grande montadora a entrar no Brasil, no final dos anos 70, superou a concorrência e hoje é líder de mercado. E como todo líder que quer continuar sendo líder, não encontrou espaço para acomodação, e acaba de lançar o seu Novo Uno. Cledorvino Belini, presidente da FIAT, falou no Forum Empresarial de Marketing do desenvolvimento do Novo Uno, de seu lançamento e da sua participação na gestão da marca Fiat.

No processo de desenvolvimento, foi feita uma extensa pesquisa, que durou 2 anos, e investigou a forma de o público se relacionar com carros, o significado do UNO, suas deficiências atuais e, principalmente, o que o público desejava num novo Uno. Para isso foi feito um trabalho denominado “Invasão de Cenários”, em 80 cenários diferentes, que contou com 760 entrevistas, debates e apresentações de carro. Esse trabalho utilizou  também ferramentas denominadas web research e virtual antrophology. Enquanto recebiam os resultados da pesquisa, os designers criavam novas propostas em tempo real.

A grande descoberta da pesquisa foi a de que o conceito do Uno era quadrado, e que ele deveria ser mantido assim: o cliente queria que o conceito quadrado continuasse – mas que fosse redondo!. A equipoe de design da empresa não se abalou, e foi atrás de realizar os sonhos do cliente: criou o conceito round square, ou seja, quadrado arredondado.

Para o lançamento do Novo Uno, a Fiat colocou também as pessoas no centro da comunicação. Diálogos e trocas já vinham sendo conduzidas há mais de um ano, e havia um forte monitoramento no intenso movimento sobre o tema na internet e nas mídias sociais. O acompanhamento de vazamentos e impressões sobre o processo de decisão do consumidor acabou cancelando um teaser para a ação de lançamento previsto para TV, substituído pelo trabalho apenas nas redes sociais.

O lançamento do Novo Uno contou com 2 mil convidados, 18 países da América Latina, África e Oriente Médio, jornalistas, importadores e distribuidores, e com a maior entrevista coletiva do mundo, que contou com 5 mil internautas, responsáveis por 12 mil perguntas.

No mercado, o Novo Uno, com 14 opções de cores e amplas possibilidades de personalização externas  deve vir a ser  um caso para ser contado no futuro em reuniões e escolas de negócios. Segundo Belini, “o Uno é um exemplo de como a marca na FIAT não pode ser apenas uma preocupação de marketing. A FIAT se prepara para lidar com um novo mundo que exige cada vez mais transparência e confiança das marcas”.

André Robic

As classes CDE vão ao paraíso. E a Casas Bahia, para América Latina – ou quem sabe Africa?

19/08/2010

foto: divulgação

Michael Klein, predsidente das Casas Bahia,  apresentou o passado, o presente e deu pistas sobre o futuro da empresa no Forum de Marketing Empresarial, realizado no Guarujá no final de semana passado pela Doria Associados e Editora Referência. Situada entre as 200 maiores redes mundiais de varejo, a Casas Bahia fatura anualmente mais de 18 bilhões de reais, e é a maior anunciante do Brasil e da America do Sul; apenas como termo de comparação, o gasto da empresa com publicidade supera em três vezes todo o mercado publicitário da Argentina.

Com 4,8 milhões de cartões ativos, que correspondem a um crédito de 9 bilhões de reais, e 57 anos na base da pirâmide brasileira, a empresa “conhece melhor do que ninguém” este público, para o qual vendeu 4,5 milhões linha branca, 4,7 milhões celulares, 1,6 milhão TVs, 2,2 milhões de aparelhos de som em 2009.  Segundo Klein, para as classes CDE “o produto é um troféu”, ganho por meio de trabalho e que ele merece ter e mostrar, e o crédito faz parte desse troféu.

Em crescimento acelerado, a Casas Bahia possui uma proximidade física e emocional com seus consumidores que, segundo Klein, antigamente procuravam um bom preço, uma pechincha, e hoje estão atrás de bons produtos e marcas reconhecidas. Para acompanhar esse consumidor cada vez mais exigente, a empresa faz pesquisas de mercado constante, e desenvolveu uma série de formatos de varejo diferentes: lojas conceito em shopping center, lojas em favelas, loja virtual e a Supercasas Bahia, maior loja sazonal do mundo.

Segundo Klein, a associação com o grupo Pão de Açúcar ainda não foi totalmente implementada pelas restrições legais do CADE, que impõem uma quarentena de dois anos para a integração total das atividades. Entretanto, uma vez que ela se concretize, e o abastecimento do mercado brasileiro esteja devidamente equacionado pela empresa – por volta de 2015 – ela pretende desbravar novos mercados, possivelmente penetrando nos países vizinhos do Brasil inicialmente, e depois em países da África.

André Robic